window.location.href = 'http://www.ardinadoalentejo.pt';

segunda-feira, abril 29, 2013

No próximo Sábado, simulacro de acidente de viação, em Estremoz

Numa parceria entre a AVCE - Associação de Veículos Clássicos de Estremoz e os Bombeiros Voluntários de Estremoz, realiza-se no próximo Sábado, dia 4 de Maio, pelas 15 horas, um simulacro de acidente de viação.

A iniciativa, que decorrerá junto ao edificio da Câmara Municipal, conta com o apoio da autarquia estremocense, da PSP - Polícia de Segurança Pública e do jornal "Brados do Alentejo".

Texto: Pedro Soeiro | Cartaz: DR

Futebol - Divisão de Honra - CF Estremoz vence em Lavre e mantém 7ª posição


Em jogo a contar para a 25ª jornada do Campeonato Distrital da Divisão de Honra da Associação de Futebol de Évora, o CF Estremoz deslocou-se até Lavre, onde realizou uma exibição muito personalizada, tendo vencido a equipa local por claros 3-0. Os golos encarnados foram apontados por Ruben, Soares e Fábio Silva.

Com esta vitória forasteira, os comandados de José Carlos Mourão mantêm a 7ª posição, agora com 37 pontos. Sendo matematicamente impossível chegar ao 6º lugar, os encarnados vão tentar manter a posição que agora ocupam, que dará entrada directa no novo Campeonato Distrital Divisão de Elite, na época 2013/2014. O CF Estremoz só não será sétimo classificado no final da competição, caso perca o encontro da 26ª e última jornada, agendado para o próximo fim-de-semana, no Estádio Municipal de Estremoz, diante o Perolivense, 8º classificado, com 34 pontos. Na 1ª volta do Campeonato Distrital da Divisão de Honra da Associação de Futebol de Évora, à 13ª jornada, as duas equipas empataram a uma bola nas Perolivas.   
A tabela classificativa continua a ser liderada pelo Oriolenses, agora com 57 pontos, depois da vitória caseira, por 4-1, diante o Borbense. O 2º classificado, o Sporting de Viana, que venceu em casa, por 3-1, o Escouralense, tem agora 54. O Redondense, que venceu em Arraiolos, a formação local, por 3-2, ocupa a 3ª posição, com 48 pontos.
Na próxima jornada, a última do Campeonato Distrital da Divisão de Honra da Associação de Futebol de Évora, está ainda por decidir quem será o Campeão Distrital. O líder Oriolenses tem deslocação difícil a Cabrela, terreno do 5º classificado, enquanto que o 2º classificado, o Sporting de Viana, também joga fora, mas no terreno do lanterna vermelha, o Santiago Maior.
No fundo da tabela, a decisão de quem acompanha a equipa do Santiago Maior, na descida de divisão também ainda não está tomada. E os dois “candidatos” a ocupar a vaga jogam entre si. O Borbense, 12º classificado, com 19 pontos, recebe o Bencatelense, 13º, com 16 pontos.

DIVISÃO DE HONRA
25ª Jornada

Portel 0 - Cabrela 2
Arraiolense 2 - Redondense 3
Perolivense 2 - Calipolense 3
Lavre 0 - CF ESTREMOZ 3
Sporting de Viana 3 - Escouralense 1
Bencatelense 4 - Santiago Maior 1
Oriolenses 4 - Borbense 1

Texto: Pedro Soeiro | Classicação: www.zerozero.pt

domingo, abril 28, 2013

Sismo de 3.5 na escala de Richter registado este sábado no Alentejo


Com epicentro localizado próximo de Viana do Alentejo, no distrito de Évora, foi sentido ontem, Sábado, pelas 12.09 horas, um sismo de magnitude 3.5 na escala de Richter, informou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera.
Contactados pela agência Lusa, os comandos distritais de operações de socorro (CDOS) de Évora e Beja disseram não haver registo de quaisquer danos.

Texto: Pedro Soeiro c/ LUSA | Imagem: DR

segunda-feira, abril 22, 2013

Cidade Ecológica da Escola do Caldeiro foi apresentada no passado Sábado no Teatro Bernardim Ribeiro

Teve lugar, no passado dia 20 de Abril, a apresentação pública da Maquete de uma cidade ecológica, inserido no projecto “Missão Up – Unidos pelo Planeta”, desenvolvido pelos alunos das turmas E, F e PCA da Escola Básica do Caldeiro.

A cerimónia, que se realizou na extraordinária sala de espectáculos da cidade de Estremoz, o Teatro Bernardim Ribeiro, contou com a presença da Presidente do Agrupamento de Escolas de Estremoz, Professora Adosinda Pisco, do Vereador do Ambiente da Câmara Municipal de Estremoz, Arquitecto José Augusto Trindade, do Presidente da Junta de Freguesia de Estremoz - Santa Maria, José Maria Ginja, de José Rui Marques e Jorge Pereira, agricultores responsáveis pela horta biológica da Escola Básica do Caldeiro, para além dos muitos pais e familiares dos alunos, que encheram por completo a plateia do teatro estremocense.
Depois de realizada a sessão de abertura e apresentação da mesa de honra, a dança invadiu o palco do Bernardim Ribeiro, com a coreografia “A água na terra”, ao som da música “Suite do Pássaro de Fogo”, de Igor Stravinsky e projecção simultânea de uma animação do filme da Disney, “Fantasia”.
Após a apresentação de diversos powerpoint´s com actividades desenvolvidas pelos alunos, encarregados de educação e docentes, relacionadas com a reciclagem, a poupança energética, a pegada ecológica, e outras boas práticas ambientais, dois alunos do estabelecimento de ensino estremocense entrevistaram José Rui Marques e Jorge Pereira, os agricultores responsáveis pela horta biológica da Escola Básica do Caldeiro.
A noite de festa continuou com o compromisso de honra, efectuado pelos alunos, de preservação do meio ambiente, e com a entrega ao Vereador do Ambiente da Câmara Municipal de Estremoz, de um memorando com princípios sobre a sustentabilidade.
Um dos momentos altos desta sessão pública foi o lançamento da canção inédita “Missão Up – Unidos pelo Planeta”, com letra escrita pelas professoras responsáveis pelo projecto e musicada pelos pais de dois alunos.
A noite chegou ao fim com a apresentação da maquete da cidade ecológica, que foi sendo explicada aos presentes pelos alunos envolvidos no projecto.
A Missão Up - Unidos pelo Planeta é um projeto educativo desenvolvido pela Galp Energia, de abrangência nacional, dedicado à temática do consumo de energia, especificamente enfocado nas áreas de Fontes de Energia, Eficiência Energética, Mobilidade Sustentável e Pegada Energética.
Este projeto dirige-se às crianças dos 1.º e 2.º Ciclos, entre os 6 e os 12 anos, mas também aos seus Professores, Encarregados de Educação e Pais.
A Missão Up - Unidos pelo Planeta pretende promover a responsabilização das crianças para a tomada de atitudes e alteração de comportamentos futuros para um planeta globalmente mais sustentável.
O Concurso Brigadas Positivas desafia alunos e professores a organizarem equipas ou "Brigadas" com uma missão específica dedicada ao tema da eficiência energética. Estas "Brigadas Positivas" devem sugerir e implementar ações junto dos seus colegas, amigos e pais para promover uma utilização sustentável da energia. Estas Brigadas são constituídas por grupos de alunos que definem, entre si, uma Missão que contribua para a eficiência energética na escola e nas suas casas. Coordenados por um professor, os alunos implementaram  ações com esse objetivo.

Texto: Pedro Soeiro | Imagem: Pedro Soeiro

domingo, abril 21, 2013

CF Estremoz está na final da Taça do Distrito de Évora


A equipa de futebol do CF Estremoz voltou a fazer história! Pela segunda época consecutiva, os encarnados vão marcar presença na grande festa do futebol do distrito de Évora.

A final da Taça do Distrito de Évora, que esta temporada se disputará em Monte de Trigo, volta a contar com a presença da equipa liderada por José Carlos Mourão, depois da vitória alcançada ontem, no Estádio Municipal de Estremoz, diante o São Romão, por três bolas a zero.
Na meia-final, os golos do CF Estremoz foram apontados por Soares (20'), Tracanas (44') e Pucarinhas (83').
O outro finalista sairá do embate que acontece na tarde de hoje, Domingo, entre o Sporting de Viana do Alentejo e o Oriolenses.

Visite o álbum de fotos do jogo CF Estremoz - São Romão, captadas pela objectiva de Ivo Moreira, aqui. 

Texto: Pedro Soeiro | Foto: Ivo Moreira 

sábado, abril 20, 2013

José Ernesto Oliveira, Presidente da Câmara Municipal de Évora, abandona presidência no final do mês


Segundo notícia avançada pelo jornal diário Correio da Manhã (CM), o autarca eborense, José Ernesto Oliveira (PS) vai abdicar do cargo de Presidente da Câmara Municipal de Évora, no final do mês.

Os motivos indicados pelo Presidente e apurados pelo CM, são de ordem pessoal, mas também de saúde. José Ernesto Oliveira cumpre o terceiro e último mandato à frente dos destinos da autarquia de Évora.
Natural de Cuba (Beja), José Ernesto Oliveira, de 60 anos, conquistou a Câmara de Évora, antigo bastião comunista, nas autárquicas de 2001, com maioria absoluta, e nas eleições seguintes, em 2005 e 2009, foi reeleito, mas com maioria relativa.
Antes de presidir ao município e entrar para o PS, o autarca foi militante do PCP, deputado à Assembleia da República entre 1979 e 1982 e presidiu à Assembleia Municipal de Évora de 1981 até 1990, vindo a desvincular-se do Partido Comunista em 1992.

Texto: Pedro Soeiro | Imagem: DR

sexta-feira, abril 19, 2013

Turismo do Alentejo apresenta perfil do visitante e turista


O relatório do Estudo de Caracterização do Perfil do Visitante e Turista do Alentejo, relativo ao ano de 2012, será apresentado pela Turismo do Alentejo, ERT numa sessão pública, agendada para o dia 22 de Abril, no Hotel M'AR de AR Muralhas, em Évora, informou esta entidade em comunicado.


O relatório permitirá fornecer aos agentes da região conclusões mais claras sobre as caraterísticas de quem visita o destino, o que procura, os pontos positivos e negativos, as diferenças entre a época baixa e a época alta e a evolução ao longo de dois anos.
O conhecimento aprofundado do perfil do visitante /turista assume particular importância para a Turismo do Alentejo, no que respeita à definição de estratégias de promoção e venda do destino.
Dirigida a todos os players do sector – desde responsáveis de unidades de alojamento, técnicos de turismo, autarcas ou agentes de animação turísticas –, a sessão, a realizar pelas 10 horas, contempla ainda uma exposição comparativa entre os dados recolhidos nos inquéritos efectuados em 2012 e 2011.

Texto: Pedro Soeiro c/ Welcome Media | Imagem: DR

quarta-feira, abril 17, 2013

Exposição "Bonecos de Barro: O Tesouro de Estremoz"

É já no dia de amanhã, quinta-feira, 18 de Abril, que se comemora o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios 2013. Serão desenvolvidas cerca de 490 actividades, distribuídas por 170 concelhos, e que contam com a participação de 298 entidades públicas e privadas, que se associaram à Direcção Geral do Património Cultural e ao ICOMOS Portugal. As comemorações deste ano são subordinadas ao tema “Património + Educação = Identidade”.

No Posto de Turismo de Estremoz, pelas 17.30 horas, será inaugurada a exposição "Bonecos de Barro - O Tesouro de Estremoz".

Esta mostra pretende dar a conhecer a riqueza da arte barrística de Estremoz, o seu percurso de mais de 300 anos e a importância da sua salvaguarda enquanto elemento identitário do património do concelho.
A exposição estará patente até ao dia 5 de Maio, durante o horário de funcionamento do Posto de Turismo, podendo ainda ser (re)visitada no stand do Município de Estremoz na FIAPE, que irá decorrer de no Parque de Feiras e Exposições da cidade estremocense, de 8 a 12 de Maio.
Esta iniciativa trata-se de uma organização do Município de Estremoz, que conta com o apoio dos artesãos estremocenses na área da barrística figurativa.

Texto: Pedro Soeiro c/ Câmara Municipal de Estremoz | Imagem: DR

segunda-feira, abril 15, 2013

Câmara de Alandroal vai restaurar três forais do concelho com quase 500 anos


Numa iniciativa levada a cabo pela Câmara Municipal de Alandroal, e integrada nas comemorações dos 500 anos dos três forais manuelinos do concelho, os referidos documentos vão ser alvo de restauro.

Em declarações à agência Lusa, João Grilo, Presidente do Município de Alandroal, explicou que a autarquia já está a estabelecer contactos com o Arquivo Nacional da Torre do Tombo para aferir se o restauro pode ser efectuado por esse organismo.
O autarca disse que "se não puder ser a Torre do Tombo a fazer o restauro, vamos procurar outras vias".
Este concelho alentejano possui os forais manuelinos de Alandroal, Terena e Juromenha e já deu, este mês, o "pontapé de saída" para as comemorações dos 500 anos dos documentos, as quais se prolongam até 2016.
"Normalmente, cada concelho tem um foral, mas nós temos três porque somos o resultado da aglomeração de três antigos concelhos", relatou João Grilo, explicando que este facto atribui à câmara "uma responsabilidade maior".
O autarca referiu que os exemplares que se encontram na posse da autarquia - os outros três originais estão no Arquivo Nacional -, "estão degradados, devido aos 500 anos de uso".
"São feitos de pergaminho e a capa é de madeira, revista a pele. Estão um pouco partidos, têm anotações em algumas páginas e, por isso, merecem um restauro para ficarem o mais próximo possível dos originais", justificou.
O objectivo, segundo João Grilo, é que o trabalho de restauro esteja terminado por alturas do "ponto alto" das comemorações, entre Outubro de 2014 e Outubro de 2015, quando os forais forem apresentados à população.
Além desta iniciativa, a câmara municipal vai também avançar com uma edição "fac-simile" conjunta dos três forais.
"Um especialista está a fazer a transcrição, para permitir ao comum dos cidadãos ler o que está nos forais, e vamos depois editar esta cópia conjunta dos originais", disse.
As comemorações dos 500 anos dos forais do concelho de Alandroal incluem também conferências e exposições sobre o tema, assim como recriações históricas, entre outras actividades.
Para assinalar esta efeméride, o município constituiu uma comissão para orientar a programação.

Texto: Pedro Soeiro c/ LUSA | Imagem: DR

Bruno Simões Castanheira vence Prémio Estação Imagem | Mora 2013

Foram divulgados na manhã do passado Sábado, dia 13 de Abril, os vencedores do Prémio Fotojornalismo Estação Imagem | Mora 2013. “Grécia, onde a crise económica criou uma catástrofe social” é o nome de uma reportagem, realizada em Atenas, em Setembro passado, sobre a situação económico-financeira em que está mergulhada a Grécia, e os problemas sociais que esta conjuntura provoca, que valeu a Bruno Simões Castanheira, a conquista do principal galardão do Prémio de Fotojornalismo 2013 Estação Imagem/Mora.

Atenas é uma cidade condenada que não consegue esconder a miséria. As manifestações violentas tornaram-se frequentes”, pode ler-se na ficha explicativa da reportagem.
No centro histórico de Atenas, descreve o fotógrafo, “há fome, pessoas sem-abrigo e muitas seringas no chão. Perto da Praça de Omonia, no coração da cidade, encontra-se o desespero de quem tudo perdeu”.
Para o autor, surge uma questão: “Serão estes os famigerados que viveram acima das suas possibilidades? A resposta é óbvia, num país obrigado a viver, desde 2009, com uma receita de sucessivas medidas de austeridade”.
O concurso, com outras sete categorias, para além do galardão principal, estreou-se em 2010 e, nesta quarta edição, inscreveram-se 167 fotojornalistas, que submeteram à apreciação do júri internacional, constituído por Elisabeth Biondi, Jim Casper, Maurício Lima e Paul Hanna, 492 reportagens.
A categoria em estreia este ano, “Assuntos Contemporâneos”, teve como primeiro classificado João Carvalho Pina, que assina a reportagem “Shadow of the Condor”. Em segundo lugar ficou Nelson Garrido, com “Home Less”, e em terceiro Patrícia de Melo Moreira, com “Crise Portuguesa”.
Em “Notícias”, o primeiro lugar foi para Pedro Nunes, com “A Crise Envergonhada”, enquanto Pedro Armestre ficou em segundo, com “Gurugú” e António Pedro Santos em terceiro, com “A Crise é o Maior 'Reality Show' do Mundo”.
Em “Série de Retratos”, o júri deu o primeiro prémio a Daniel Rocha, autor de “O desemprego tem um Rosto”, o segundo a “Forgotten”, de Mário Macilau, e o terceiro a “Os Anjos de S. Bartolomeu do Mar”, de Alfredo Cunha.
O primeiro lugar na categoria “Vida Quotidiana” coube a António Pedro Soares, com “Santa Filomena. Num Instante, a Casa Cai”, tendo o júri atribuído o segundo prémio a Augusto Brázio (“Estação de Brinches-Serpa”) e o terceiro a Pedro Elias (“Dead Taxi Drivers”).
Octávio Passos, com “Inferno na Ilha da Madeira”, ganhou o primeiro prémio em “Ambiente”, seguido de Gabriel Tizón, com “Vidas no Lixo”, e, em terceiro lugar, Pedro Armestre, autor de “Incêndios”.
“A Virgem Doida”, de Bruno Simão, foi a reportagem que ganhou “Arte e Espetáculos”, que só teve mais um galardoado, Paulo Pimenta, com “Aduela”, enquanto, na categoria “Desporto”, apenas foi premiado Daniel Rodrigues, por “Futebol Africano”.
Além de todas estas reportagens, foi ainda atribuída a Bolsa Estação Imagem 2013 a António Pedrosa, que vai desenvolver o projeto “Caça Grossa”, ao longo do próximo ano.
Dedicado exclusivamente à reportagem, o concurso é promovido pela associação Estação Imagem, com sede em Mora, e pelo município alentejano.
O anúncio dos vencedores decorreu no Auditório do Parque de Feiras e Exposições de Mora.

Texto: Pedro Soeiro c/ LUSA | Imagem: DR

domingo, abril 14, 2013

Futebol - 1ª Divisão - SC Arcoense regressou as vitórias e já é segundo classificado isolado


Em jogo a contar para a 24ª jornada do Campeonato Distrital da 1ª Divisão da Associação de Futebol de Évora, o SC Arcoense recebeu e venceu a formação do Luso Morense, por 2-1.


Com mais esta importante vitória, e beneficiando da derrota caseira do Fazendas do Cortiço diante o Canaviais, os comandados de Nelson Generoso ascendem à 2ª posição da tabela classificativa, com 49 pontos. A liderança da 1ª Divisão Distrital pertence ao campeão Lusitano de Évora, com 60 pontos.

1ª DIVISÃO
24ª Jornada

Corval 0 - Sporting São Romão 2
Santana do Campo 2 - Valenças 2
Brotense 3 - Aldeense 1
SC ARCOENSE 2 - Luso Morense 1
Fazendas do Cortiço 0 - Canaviais 4
Lusitano de Évora 2 - São Bartolomeu do Outeiro 1
Giesteira 2 - Alcaçovense 2

Texto: Pedro Soeiro | Classificação: www.zerozero.pt | Emblema: DR


Futebol - Divisão de Honra - CF Estremoz goleado em casa. Sporting de Viana aplicou chapa 5.


Em jogo a contar para a 24ª jornada do Campeonato Distrital da Divisão de Honra da Associação de Futebol de Évora, o CF Estremoz foi goleado em casa pelo segundo classificado da competição, o Sporting de Viana, por esclarecedores 5-0.

Apesar deste resultado, que colocou um ponto final numa série de sete jogos sem perder por parte dos comandados de José Carlos Mourão, os encarnados mantém a 7ª posição, com 34 pontos.  Caso o CF Estremoz mantenha até ao fim do campeonato (faltam duas jornadas) a posição que agora ocupa, terá entrada directa no novo Campeonato Distrital Divisão de Elite, na época 2013/2014.
A tabela classificativa continua a ser liderada pelo Oriolenses, agora com 54 pontos, depois da chapa 5 imposta pelos líderes do campeonato ao lanterna vermelha, Santiago Maior. O 2º classificado, o Sporting de Viana, tem agora 51, sendo terceiro o Redondense, que tem 45 pontos. 
Na próxima jornada, a penúltima do Campeonato Distrital da Divisão de Honra da Associação de Futebol de Évora, o CF Estremoz desloca-se ao terreno do Lavre.

DIVISÃO DE HONRA
24ª Jornada

Portel 2 - Arraiolense 0
Borbense 2 - Cabrela 2
Santiago Maior 0 - Oriolenses 5
Escouralense 1 - Bencatelense 1
Redondense 3 - Perolivense 3
CF ESTREMOZ 0 - Sporting de Viana 5
Calipolense 3 - Lavre 2

Texto: Pedro Soeiro | Classificação: www.zerozero.pt


sábado, abril 13, 2013

Incêndio em Elvas mata homem de 49 anos

Na cidade de Elvas, e na sequência de um incêndio na sua habitação, um homem de 49 anos morreu, este Sábado, vítima de intoxicação por fumo.
Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Portalegre adiantou que o incêndio, de causas ainda por apurar, destruiu a cozinha da casa.
O homem vivia sozinho na habitação, localizada na zona de Raposeira, na periferia da cidade alentejana, referiu à Lusa fonte da PSP.
O alerta foi recebido pelos bombeiros cerca das 8.30 horas, tendo as operações de socorro se prolongado até às 9.45 horas, indicou a fonte do CDOS.
A Polícia Judiciária tomou conta da ocorrência e vai averiguar as causas do fogo, acrescentou a fonte policial.

Texto: Pedro Soeiro c/ LUSA

Orfeão de Estremoz Tomaz Alcaide comemora 83º aniversário com concerto hoje na Igreja de São Francisco


Realiza-se no dia de hoje, Sábado, 13 de Abril, na Igreja de São Francisco, em Estremoz, a partir das 19 horas, o concerto comemorativo do 83º aniversário do Orfeão de Estremoz Tomaz Alcaide.

Para além do Orfeão aniversariante, marca também presença neste dia especial para o Orfeão estremocense, o Coral de São Domingos de Montemor-o-Novo.
A direcção coral de ambos os grupos estará a cargo do Maestro João Luís Nabo, que fará a sua apresentação enquanto director coral do Orfeão de Estremoz.

Texto: Pedro Soeiro | Cartaz: DR

sexta-feira, abril 12, 2013

Sábado à noite há fados no Teatro Bernardim Ribeiro, em Estremoz


No próximo Sábado, dia 13 de Abril, pelas 21.30 horas, no Teatro Bernardim Ribeiro, em Estremoz, irá decorrer um espectáculo de fado, idealizado pelo fadista borbense João Ficalho, intitulado “Gerações do Fado”.

O espectáculo “Gerações do Fado” é uma produção recente, mas apenas na forma como será apresentada, visto que todos os intervenientes já se cruzaram em diversos palcos, quer a nível nacional, mas também internacional. No próximo Sábado, irão pisar o palco do Bernardim Ribeiro artistas de várias idades, de várias gerações, que vão transmitir a sua forma de sentir este estilo de música tão nosso, e que é agora também Património Imaterial da Humanidade. Para interpretar fados novos, mas igualmente para viajar pelos fados mais antigos, “Gerações do Fado” conta com as prestações de José Geadas, Paula Ficalho, Rui Soldado, João Ficalho e Patrícia Leal. João Esquetim, na guitarra portuguesa e João Ficalho, na viola de fado irão acompanhar os fadistas na noite de Sábado.
“Gerações do Fado” é uma iniciativa que faz parte do projecto TEIAS - Rede Cultural do Alentejo, com organização do Município de Estremoz e cofinanciado pelo INALENTEJO/QREN/EU. A entrada é livre, sendo no entanto necessário adquirir bilhete.

Texto: Pedro Soeiro c/ Câmara Municipal de Estremoz | Imagem: DR

quinta-feira, abril 11, 2013

Estremoz - Casal de holandeses perde-se na Serra d'Ossa

A Guarda Nacional Republicana (GNR) encontrou ontem, quarta-feira, dia 10 de Abril, um homem e uma mulher, ambos sexagenários e de nacionalidade holandesa, que tinham sido dado como desaparecidos na serra d'Ossa, em Estremoz. 

A GNR adiantou que "o casal estava acampado em Evoramonte” e que se perdeu “num percurso pedestre”. Segundo a mesma fonte, o casal de holandeses “não tinha ferimentos".

Texto: Pedro Soeiro c/ Correio da Manhã | Imagem: DR

Câmara de Borba contra fundo de investimento apenas para empresas de Vila Viçosa


Através de uma moção, aprovada em reunião de câmara, o Município de Borba repudia a decisão da Direção-Geral de Energia e Geologia (DGEG) de criar um fundo de investimento, para empresas transformadoras de mármores, "exclusivamente com o município de Vila Viçosa".

Na moção pode ler-se que a autarquia de Borba manifesta o "mais vivo repúdio" pela forma como a DGEG criou o fundo de investimento "exclusivamente com o município de Vila Viçosa" e com a "discriminação que é feita em relação aos restantes municípios da Zona dos Mármores".
Esta tomada de posição da edilidade liderada por Ângelo de Sá, surge depois da criação por parte da Câmara Municipal de Vila Viçosa, em parceria com a DGEG, de um fundo de investimento de 200 mil euros para apoiar a internacionalização de empresas transformadoras de mármores.

Texto: Pedro Soeiro c/ LUSA | Imagem: DR

quarta-feira, abril 10, 2013

Imagem minimalista e contemporânea para as novas colheitas do Convento da Vila


A Adega Cooperativa de Borba lança esta semana no mercado novas colheitas do "Convento da Vila", dando igualmente a conhecer a sua nova imagem, que se caracteriza pelo estilo minimalista nas formas geométricas e nas cores.

As colheitas de 2012 do Convento da Vila Branco e Tinto surgem assim com uma imagem renovada, minimalista e moderna. Márcia Farinha, directora de Marketing e Relações Externas da Adega de Borba, refere que “o restyling do Convento da Vila teve como objectivo criar um rótulo distinto e que permitisse ao cliente identificar facilmente o nosso produto. Por isso, baseámos a nova imagem em formas geométricas simples e com cores básicas”.
A Quintas, Comunicação Visual foi a agência escolhida para desenvolver a nova imagem e, de acordo com o briefing proposto, conseguiu o objectivo de tornar o Convento da Vila um vinho mais contemporâneo e diferenciador no seu segmento. Foi feito um nivelamento total da imagem, ficando apenas uma memória residual do antigo convento, através das formas geométricas que caracterizam a fachada do Convento das Servas, que este vinho homenageia.
Manuel Rocha, CEO da Adega de Borba, considera que “o Convento da Vila, pela notoriedade, volume de vendas e óptima relação preço/qualidade, atingiu um reconhecimento pleno por parte dos seus consumidores. Assim, esta nova imagem, bastante diferenciadora, tem como objectivo o reforço da preferência dos consumidores e a conquista da liderança no seu segmento”.

Texto: Pedro Soeiro c/ Up News | Imagem: DR

Rui Nabeiro diz que o país precisa de “caminhar com esperança”


Apesar de não querer fazer grandes comentários ao cenário politico e económico do país, Rui Nabeiro, fundador do grupo Delta, lá vai dizendo que Portugal precisa de “boa disposição e de caminhar com esperança”.

O empresário de Campo Maior, com 82 anos, recordou o percurso da empresa que fundou em 1961, durante a apresentação, que se realizou em Lisboa, de duas novas máquinas Delta Q. “Começámos lá no fundo, no Alentejo, há 52 anos, e é o dia-a-dia que nos traz a imaginação e o querer, o mostrar que é possível”, disse.
Quando questionado pelos jornalistas sobre o chumbo das quatro normas do Orçamento pelo Tribunal Constitucional, Rui Nabeiro preferiu não se alongar em reacções, mas defendeu que um gestor “tem de viver para a empresa”. “Quando começa a aparecer, atrapalha o seu próprio trabalho”, disse. O “pai” da Delta preferiu apelar “à esperança na vida” – “que é o que o português não tem” – e “criar emprego e dividir”.
A Delta Q, empresa do grupo que vende café em cápsulas e máquinas, tem vindo a preparar a entrada na restauração, seguindo um passo já dado pela concorrente Nespresso. O investimento na nova área de negócio arranca este ano e a intenção é ter mil clientes em Portugal no canal Horeca (hotéis, cafés e restaurantes), adiantou Rui Miguel Nabeiro, administrador da Delta Cafés.
Sem querer adiantar valores de investimento, o neto de Rui Nabeiro disse que “o canal Horeca sempre foi o mais importante para a Delta. Não podíamos descurar o nosso canal principal, que foi a nossa origem. E ainda é o mais importante, os portugueses ainda consumem mais café fora de casa”.
Para entrar na restauração, a Delta desenvolveu uma máquina de raiz, a Quorum, que vai servir os clientes atrás do balcão.

Texto: Pedro Soeiro c/ Ana Rute Silva (Público)| Imagem: António Carrapato

terça-feira, abril 09, 2013

Em Borba, GNR apreende 300 quilos de ferro e latão furtados

Segundo anúncio efectuado pela Guarda Nacional Republicana (GNR), foram recuperados no Domingo, dia 7 de Abril, cerca de 300 quilos de ferro e latão que tinham sido furtados momentos antes de uma propriedade agrícola no concelho de Borba. Os autores do furto conseguiram fugir.

A apreensão foi consumada por militares do posto de Borba, por volta das 18.20 horas do passado Domingo, informou o Comando Territorial de Évora da GNR.
Em comunicado divulgado no dia de ontem, a patrulha acrescenta que "conseguiu frustrar a consumação" do furto que estava "a decorrer no interior de uma propriedade localizada junto à Estrada Nacional 4, em Borba".
Os cerca de 300 quilos de ferro e latão já se encontravam no interior de uma viatura, a qual foi "abandonada no local à chegada da patrulha" policial, alertada para a ocorrência pelo proprietário da herdade.
Apesar de ter apreendido a viatura ligeira de mercadorias e os objectos em metal furtado, a GNR ainda não conseguiu localizar os autores do furto, que se colocaram em fuga quando os militares chegaram ao local.

Texto: Pedro Soeiro c/ LUSA | Imagem: DR

Alentejo - Culturas de Primavera e Verão muito comprometidas

Segundo o docente universitário Ricardo Freixial, e muito por culpa da chuva que caiu no mês de Março, algumas das culturas de Primavera/Verão, nomeadamente o tomate, o milho, ou o melão, já estão "muito comprometidas" no Alentejo.

O docente da Universidade de Évora, em declarações à Lusa, considerou que com a chuva, o ano agrícola tornou-se "desfavorável" para as culturas de Primavera/Verão, porque "estão atrasadas na sua instalação".
O professor frisou que "no ano passado, estávamos com um mês de Março com zero milímetros de chuva e, este ano, tivemos um mês de Março no qual caíram cerca de 250 milímetros de precipitação".
Ricardo Freixial explicou ainda que existe "uma má distribuição da precipitação dentro do ano e uma diferente quantidade de precipitação ocorrida entre anos". O docente assinalou ser esta "a grande irregularidade que caracteriza o clima mediterrânico".
No entanto, Ricardo Freixial disse que para a produção de forragens e pastagens, o ano tem sido "extraordinário", porque "a precipitação ocorreu muito cedo e foi continuada até Março". Freixial sublinhou contudo que "não havia necessidade de cair tanta chuva".
"Esta chuva a mais faz com que, se calhar, essa quantidade de pastagem e forragem produzida, muitas vezes, não possa ser utilizada pelos animais, porque não podem entrar no terreno" que está alagado, ressalvou.
Para as culturas de Outono / Inverno, como os cereais (trigo, aveia e cevada), o professor universitário e agricultor destacou que o ano está a ser "extremamente desfavorável", uma vez que "as quantidades de precipitação ocorridas no início do ciclo prejudicaram os períodos de instalação".
Durante o ciclo, o excesso de água no solo causou a "asfixia radicular" e "impediu que o crescimento e o desenvolvimento das plantas acontecesse de forma correcta", ao promover "a lavagem do azoto e não permitir que o agricultor entre na seara para as suas operações culturais", explicou.
Nas culturas perenes, como a vinha, os olivais e alguns pomares, segundo Ricardo Freixial, a precipitação até foi "favorável" para o seu desenvolvimento, mas "a quantidade de água concentrada nos solos impede a realização de operações culturais".
Para o agricultor e docente universitário, a chuva ajudou na reposição das reservas de água no solo e nas barragens, contudo, "a água em excesso não vale de nada, nem sequer para as barragens, porque já estão no limite da sua capacidade de armazenamento".
Esta situação, disse, não "garante sequer que, nos sistemas de sequeiro, o stress hídrico na fase final de alguns ciclos não possa vir a acontecer com prejuízo nas produções por falta de água, se nessas fases não chover".

Texto: Pedro Soeiro c/ LUSA | Imagem: DR

domingo, abril 07, 2013

Futebol - 1ª Divisão Distrital - SC Arcoense empata a zero no terreno do Canaviais


Em jogo a contar para a 23ª jornada do Campeonato Distrital da 1ª Divisão da Associação de Futebol de Évora, o SC Arcoense deslocou-se ao terreno do Canaviais, não conseguindo melhor que um empate a zero. 
Apesar de este empate, que surge após seis vitórias consecutivas, os comandados de Nelson Generoso mantém a 3º posição da tabela classificativa, com os mesmos 46 pontos do 2º classificado, o Fazendas do Cortiço, que também empatou nesta ronda. A liderança da 1ª Divisão Distrital pertence ao já campeão Lusitano de Évora, com 57 pontos, e que nesta jornada foi derrotado pelo Alcaçovense, por 2-1.

1ª DIVISÃO
23ª Jornada

Valenças 1 - Aldeense 1
Luso Morense 0 - Brotense 1
Canaviais 0 - SC ARCOENSE 0
São Bartolomeu do Outeiro 2 - Fazendas do Cortiço 2
Alcaçovense 2 - Lusitano de Évora 1
São Romão 1 - Goesteira 2
Santana do Campo 1 - Corval 1

Texto: Pedro Soeiro

Futebol - Divisão de Honra - CF Estremoz empata a zero em Bencatel


Em jogo a contar para a 23ª jornada do Campeonato Distrital da Divisão de Honra da Associação de Futebol de Évora, o CF Estremoz deslocou-se até Bencatel, para defrontar a equipa local do Bencatelense, tendo empatado a zero. 
Após esta partida, a sétima dos encarnados sem conhecerem o sabor amargo da derrota, o CF Estremoz ocupa a 7ª posição, com 34 pontos, agora menos 4 que o 6º classificado, o Cabrela, que tem 38. A tabela classificativa continua a ser liderada pelo Oriolenses, que agora é mais primeiro, beneficiando do empateentre Sporting de Viana e Calipolense. Os de Oriola têm 51 pontos, e os de Viana do Alentejo somam 48.

DIVISÃO DE HONRA
23ª Jornada

Cabrela 1 - Arraiolense 0
Perolivense 1 - Portel 2
Lavre 0 - Redondense 0
Sporting de Viana 0 - Calipolense 0
Bencatelense 0 - CF ESTREMOZ 0
Oriolenses 1 - Escouralense 0
Borbense 3 - Santiago Maior 2

Texto: Pedro Soeiro | Classificação: www.zerozero.pt


quinta-feira, abril 04, 2013

Município de Fronteira decide adiar recriação da Batalha dos Atoleiros


Devido às previsões de mau tempo para o próximo fim-de-semana, a Câmara Municipal de Fronteira decidiu adiar para o mês de Junho, a recriação da Batalha dos Atoleiros, iniciativa que anualmente se realiza a 6 de Abril.

O vereador António Gomes, em declarações à agência Lusa, referiu que o Município de Fronteira decidiu adiar "a recriação da batalha por causa do mau tempo e decidimos realizar este evento em Junho, pois é uma data mais segura". De acordo com a autarquia de Fronteira, a recriação da Batalha dos Atoleiros vai ser realizada entre os dias 21 e 23 de Junho, altura em que decorre também na vila alentejana a já tradicional feira medieval.
O autarca indicou que "a feira medieval vai decorrer na vila e a recriação da batalha junto ao terródromo de Fronteira".
Considerando que a passagem da recriação da batalha para o mês de Junho "não vai prejudicar a mística" do evento, António Gomes alegou que essa data é "mais segura" no que diz respeito ao estado do tempo.
Em 2012, recordou o autarca, a recriação da batalha também foi adiada para "mais tarde", para 22 de Abril, uma vez que o dia 6 de Abril coincidiu com o Sábado de Páscoa.
A Batalha dos Atoleiros ocorreu a 6 de Abril de 1384, no sítio pantanoso de Atoleiros, entre Fronteira e Sousel. Nessa batalha, Nuno Álvares Pereira venceu a cavalaria castelhana, apesar de esta ser em maior número, utilizando pela primeira vez a táctica do quadrado. Da parte portuguesa não se registaram mortos, nem feridos, ao contrário dos invasores que sofreram pesadas baixas.
A recriação desta batalha, que assinala a vitória de Portugal sobre Castela, envolve mais de três centenas de figurantes oriundos de várias associações e companhias de teatro.

Texto: Pedro Soeiro c/ Lusa | Imagem: DR

quarta-feira, abril 03, 2013

Salão Nobre da Câmara Municipal de Estremoz encheu para ouvir a Banda da União

Foi perante um Salão Nobre da Câmara Municipal de Estremoz cheio que nem um Ovo da Páscoa, que a Banda da Sociedade Filarmónica Artística Estremocense - União actuou no passado Sábado, 30 de Março.

O convite para assistirem a um Concerto de Páscoa tinha sido lançado pela Banda da União e a população estremocense compareceu em massa para presenciarem uma tarde agradável de música.
“Marcha Oito e Meia”, “Bali”, “Pearl Harbour”, “Passadena” e “Músicas do Mundo” foram algumas das peças interpretadas pela União, mas as duas que mais aplausos tiveram foram “Momentos da Montanha”, de Luís Serra, interpretação que pode ver e ouvir no vídeo publicado no final desta notícia e o medley “Recordar António Variações”, de Lino Guerreiro.
No final do Concerto de Páscoa, organizado pela Banda da Sociedade Filarmónica Artística Estremocense - União, com o apoio da Câmara Municipal de Estremoz, e depois de uma tarde musical muito bem passada, os alunos da Escola de Música da União distribuíram amêndoas pelos presentes.



Texto: Pedro Soeiro | Imagem: DR | Vídeo: DR

terça-feira, abril 02, 2013

A mentira do Estremoz Soeiro

E terminou o Dia das Mentiras do ano de 2013. À semelhança do que aconteceu com vários órgãos de comunicação social e com numerosos blogues, também o Estremoz Soeiro "pregou" a sua mentirinha do Dia 1 de Abril. 
Para uns foi fácil descobrir qual era a nossa mentira, mas outros houve que acreditaram na reunião de emergência "laranja", em Estremoz, com a presença de Passos Coelho e Miguel Relvas. Os leitores do Estremoz Soeiro fizeram do post "Passos Coelho e Relvas em Estremoz nos próximos dias" uma das publicações mais vistas da última semana.
Espero que os leitores do Estremoz Soeiro tenham gostado da brincadeira, e espero igualmente que os visados tenham recebido a partida com "fair-play".

Texto: Pedro Soeiro

segunda-feira, abril 01, 2013

Passos Coelho e Relvas em Estremoz nos próximos dias


O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, e o ex-Secretário-Geral laranja, Miguel Relvas, deslocar-se-ão a Estremoz nos próximos dias.

O propósito da visita à cidade estremocense prende-se com uma reunião, pedida com carácter de urgência por parte do PSD nacional ao líder da demissionária Comissão Política Concelhia estremocense do PSD, Manuel Broa. Estremoz Soeiro está em condições de adiantar que Luís Eustáquio, Presidente da Mesa de Secção, foi também convocado para esta reunião de urgência.
Em cima da mesa de trabalho estarão as próximas eleições para a concelhia laranja, bem como o até agora conturbado processo de escolha do cabeça-de-lista do PSD às eleições autárquicas em Estremoz. O “episódio” Pedro Lancha e a consequente demissão da Comissão Política Concelhia estarão na base do pedido desta reunião de urgência por parte de Coelho e Relvas.
A reunião, que acontecerá durante os próximos dias, terá lugar numa unidade hoteleira da cidade, que não foi divulgada por questões de segurança. O dia da jornada de trabalho não foi igualmente divulgado.

Texto: Pedro Soeiro | Símbolo: DR

Governo reconhece "Azeite do Alentejo" como Indicação Geográfica


O “Azeite do Alentejo” foi reconhecido pelo Governo como Indicação Geográfica (IG). Este reconhecimento, para além de permitir a comercialização no mercado nacional com aquele certificado, vai igualmente possibilitar a valorização e promoção da "superior qualidade" dos azeites produzidos na região.

Henrique Herculano, Director técnico do Centro de Estudos e Promoção do Azeite do Alentejo (CEPAAL), disse à Lusa que o Governo, através de despacho, "reconheceu finalmente o ´Azeite do Alentejo` como IG".
Segundo o Director da entidade gestora desta IG, este reconhecimento  "era uma grande aspiração do sector olivícola e oleícola do Alentejo", referindo ainda que a decisão do Estado português surgiu quatro anos após o CEPAAL ter pedido o reconhecimento e o registo da Indicação Geográfica Protegida (IGP) "Azeite do Alentejo" ao Governo e à Comissão Europeia.
Decorre ainda o processo de reconhecimento da IGP "Azeite do Alentejo" pela Comissão Europeia, mas segundo Henrique Herculano, o reconhecimento da IG pelo Governo português e o pedido de protecção transitória feito pelo CEPAAL permite já "a qualificação e a comercialização de ´Azeite do Alentejo` no mercado nacional".
A IG certifica "a origem e a qualidade" dos azeites produzidos no Alentejo, "garante a sustentabilidade" dos produtores alentejanos e é "determinante para a valorização e o reconhecimento no mercado da superior qualidade dos azeites oriundos" da região, explicou.
O CEPAAL criou e registou a marca "Azeite do Alentejo", cujo selo da IG será usado em "exclusivo" por produtores do Alentejo e irá aparecer nas embalagens dos azeites produzidos na região que cumpram as regras constantes no Caderno de Especificações anexo ao pedido de reconhecimento da IGP.
O centro, através de um organismo privado acreditado, ficará responsável pelo controlo e pela certificação do cumprimento das regras de produção de "Azeite do Alentejo" constantes do Caderno de Especificações e posterior atribuição do selo com a IG aos produtores.
Para obter o selo "Azeite do Alentejo", o azeite tem que ser extraído a partir de determinadas variedades de azeitona produzidas na região e embalado no Alentejo, explicou Henrique Herculano.
Com o selo "Azeite do Alentejo", além de "o consumidor reconhecer facilmente a qualidade do azeite", será possível "promover, de forma mais efectiva, o azeite produzido na região".
A IG é um certificado atribuído a produtos cuja reputação ou determinadas características e qualidades estão relacionadas ou podem ser atribuídas ao meio geográfico da região onde são produzidos.
Segundo Henrique Herculano, "a olivicultura é uma das principais actividades agrícolas no Alentejo, que tem a maior área geográfica do país em olival (número de hectares e oliveiras), e é o maior produtor nacional e responsável por mais de metade da produção de azeite em Portugal".

Texto: Pedro Soeiro c/ Lusa | Imagem: DR