window.location.href = 'http://www.ardinadoalentejo.pt';

segunda-feira, junho 22, 2009

E os actores menores de 12 anos que trabalham nas novelas?


Com esses não deve haver problemas...
Como já devem ter reparado, sou aficionado e gosto muito de assistir a uma boa tourada.
E aguardava com alguma expectativa a estreia em Portugal, de Michelito, um menino-prodígio do toureio a pé, com apenas 11 anos.
Agendadas estavam várias actuações no nosso país, a começar na passada quinta-feira, na maior praça do país, o Campo Pequeno, passando por Portalegre, no pretérito Sábado, entre outras corridas já contratualizadas.
Mas eis que surge em acção a Associação Animal.
Pressionando a Comissão de Protecção de Menores de Lisboa, a quem tem de ser solicitada autorização para actuar um menor, eis que a mesma comissão decidiu indeferir o pedido da Sociedade Campo Pequeno.
Posteriormente, e pese embora os esforços do Governador Civil de Portalegre, Jaime Estorninho, foi a vez da Inspecção Geral das Actividades Culturais inviabilizar a actuação do pequeno diestro mexicano, em Portalegre, no passado Sábado. De referir que, dez dias antes a IGAC tinha autorizado o mesmo espectáculo...
Se o menor vem acompanhado pelo pai, também ele antigo matador de toiros, se o mesmo autoriza o seu filho a seguir esta arte, quem é esta gente para definir o futuro dos nossos filhos?
E os menores que trabalham nas novelas... com esses já não há problema?
Tratem de resolver os problemas do pequeno Martim, da Alexandra, da Esmeralda e de outras... Com essas sim, devem se preocupar...

terça-feira, junho 09, 2009

Onde é que andavam os defensores dos animais?

No passado fim-de-semana, mais precisamente no Domingo, houve petiscada e da boa.
Fazendo lembrar os tempos áureos da Feira Popular, em Lisboa, a família combinou um lanche ajantarado de caracóis e caracoletas.
Mas perguntam vocês porquê todo este recital? Se todos viéssemos para os blogues contar os nossos lanches de fim-de-semana, não haveria blogues que chegassem, podem dizer.
A razão é muito simples e prende-se com os defensores dos animais.
Sim, todos esses senhores e senhoras que, de um momento para o outro resolveram ser vegetarianos e esquecer-se dos tempos em que batiam um belo naco de carne ou uma boa posta de peixe.
E lembrei-me deles porque, para uma boa assada de caracoletas, é imprescindível que o animal, ao tomar contacto com a chapa quente, esteja vivinho da silva, para que ao sentir o calor na sua habitação, saia e se deixe grelhar por inteiro.
Lembrei-me igualmente de fazer o vídeo que vos apresento em seguida, onde fica bem patente que as ditas caracoletas estavam bem vivas.
Não será isto um crime? Não terei eu provocado uma autêntica "caracoletaficina"? Ou este tipo de animais não terão direito a defesa porque os ditos protectores gostam de um bom pires de caracóis, de uma boa caracoleta assada e de uma boa cervejola, à sombra de uma esplanada qualquer?
Cada vez mais me convenço que os protectores dos animais não são contra isto ou contra aquilo, eles simplesmente querem que todos sejam como eles.
Não queiram que todos sigam os vossos exemplos e as vossas condutas...
Deixem-nos escolher livremente o que comemos, os espectáculos a que assistimos e as tradições que queremos ver preservadas.
E posso vos garantir que a tradição ainda é o que era!!!

video