window.location.href = 'http://www.ardinadoalentejo.pt';

sábado, março 14, 2009

Há cinema em Estremoz... E do bom...

Na próxima quinta-feira, e como tem vindo a ser habitual, há cinema na cidade de Estremoz.
O Teatro Bernardim Ribeiro recebe o filme "O Estranho Caso de Benjamin Button", quando forem 21.30 horas.
Aqui fica o destaque para a projecção de um grande filme.
Quando falham os cartazes, correm para os computadores e escrevem logo o que lhes vai na alma, mas quando as coisas correm bem não são capazes de divulgar as actividades e os eventos que por cá acontecem. São os cidadãos que temos...

Ano: 2008
Estreia nacional: 15 de Janeiro de 2009
Estreia mundial: 25 de Dezembro de 2008
País: EUA
Género: Drama, Fantástico
Realização: David Fincher
Intérpretes: Brad Pitt, Cate Blanchett, Taraji P. Henson, Julia Ormond, Tilda Swinton
Sinopse: Esta é a história invulgar de um homem que nasce com 80 anos e regride na sua idade; um homem que, como qualquer um de nós, é incapaz de parar o tempo. Durante a sua invulgar viagem, conhecemos as pessoas e os lugares que Benjamin descobre ao longo do seu caminho, dos seus amores, alegrias da vida e da tristeza da morte, e daquilo que dura para além do tempo.

video

quarta-feira, março 11, 2009

A ANEDOTA em que se transformou o nosso País

Recebi hoje este mail e não hesitei em publicá-lo... Dá que pensar...
-Uma adolescente de 16 anos pode fazer livremente um aborto mas não pode pôr um piercing.
-Um jovem de 18 anos recebe 200 Euros do Estado para não trabalhar... um idoso recebe de reforma 236 Euros depois de toda uma vida de trabalho.
-Um marido oferece um anel à sua mulher e tem de declarar a doação ao fisco.
-Um professor é sovado por um aluno e o Governo diz que a culpa é das causas sociais.
-O café da esquina fechou porque não tinha WC para homens, mulheres e empregados. No Fórum Montijo a WC da Pizza Hut fica a 100 metros e não tem local para lavar mãos.
-O governo incentiva as pessoas a procurarem energias alternativas ao petróleo e depois multa quem coloca óleo vegetal nos carros porque não paga ISP (Imposto sobre produtos petrolíferos).
-Nas prisões é distribuído gratuitamente seringas por causa do HIV, mas é proibido consumir droga nas prisões!
-Um jovem de 14 mata um adulto, não tem idade para ir a tribunal. Um jovem de 15 leva uma chapada do pai, por ter roubado dinheiro para droga, é violência doméstica!
-Começas a descontar em Janeiro o IRS e só vais receber o excesso em Agosto do ano que vem, não pagas às finanças a tempo e horas passado um dia já estas a pagar juros.
-Fechas a janela da tua varanda e estas a fazer uma obra ilegal, constrói-se um bairro de lata e ninguém vê.
-Se o teu filho não tem cabeça para a escola e com 14 anos o pões a trabalhar contigo num oficio respeitável, é exploração do trabalho infantil, se és artista e o teu filho com 7 anos participa em gravações de telenovelas 8 horas por dia ou mais, a criança tem muito talento, sai ao pai ou à mãe!
-Numa farmácia pagas 0.50€ por uma seringa que se usa para dar um medicamento a uma criança. Se fosse drogado, não pagava nada!

segunda-feira, março 02, 2009

Amália - o filme

O Teatro Bernardim Ribeiro recebeu, em 3 sessões, o filme português Amália.
A habitual sessão de quinta-feira à noite, a matiné de sexta-feira para reformados e utentes dos lares do concelho e a sessão extra de sexta-feira à noite, levaram à sala de espectáculos do concelho cerca de 800 pessoas, predispostas a ver a história da diva do fado e uma das maiores vozes nacionais de sempre.
Muitas foram as opiniões à saída do cinema, umas agradadas com a película, outras nem por isso... Mas cada cabeça, sua sentença...
Quem foi com o intuito de ver a história de vida da Amália, da Amália pura e benfeitora, saiu decepcionado.
O filme revela o outro lado da Amália, a Amália humana, uma pessoa como tantas outras. Teve amantes, bebeu, fumou e fez loucuras como qualquer mortal faz.
Qual é agora o drama? Estamos com isto a denegrir a imagem de uma das maiores referências do nosso país? Mas achavam que a senhora não partia um prato? Que não pulou a cerca? Que não bebeu e fumou quando lhe apeteceu?
Certamente que, e isso acontece em todas as histórias baseadas em factos verídicos, há situações que poderão ter ser sido levadas ao exagero. Poderão não ter sido tantos os homens com que Amália dormiu, o àlcool e o tabaco até pode ter sido menos, as tentativas de suicídio poderão não ter acontecido, mas fez ou não fez a grande maioria dos actos que vêm retratados no filme? Ou apenas o que é verdade é a vida de sofrimento, o desprezo da mãe e a inveja da irmã?
Em todas as histórias há mentiras, ou a série que passou na SIC sobre a vida íntima de Salazar, o mal amado dos grandes portugueses, é toda verdade? Essa já pode ser verdadeira, porque ninguém gosta do homem mas toda a gente suspira por ele.
Quando se fizer um filme sobre a vida do Eusébio, possivelmente lá virá contado as noites de borga e bebedeira e as agressões à D. Flora, sua esposa, ou isso também é mentira?
Não sejamos mais papistas que o Papa... São ídolos, são figuras públicas, são ícones da sociedade, mas antes de isso tudo são seres humanos, são pessoas como nós... também cagam o pézinho de vez em quando...