window.location.href = 'http://www.ardinadoalentejo.pt';

sexta-feira, abril 17, 2009

Para que fique bem claro...

Já por várias vezes o meu nome, as iniciais do meu nome e até mesmo uma frase que me chamam devido ao meu actual visual, têm por diversas vezes aparecido em comentários de blogues que se divertem a ofender as outras pessoas na cobarde capa do anónimato.
Até ao momento nada disse, nem nada fiz porque entendi que esses cobardes que se escondem atrás de pseudónimos e do anonimato, que possuem blogues ou que comentam nos mesmos, não merecem a àgua que bebem quanto mais uma resposta minha.
Mas tudo o que é demais também aborrece e chega uma altura em que um homem não é de ferro.
Num blogue anónimo da nossa praça, está inserido um post sobre o Teatro Bernardim Ribeiro. Concordo com algumas coisas que estão escritas nesse post e não concordo com outras, tenho esse direito. Depois de ler o mesmo reparei que existiam 12 comentários e pensei "vamos lá a ver o que por aqui se diz". Qual não é o meu espanto quando chego ao comentário nº 12. Anónimo, como aliás todos os outros, claro, e sobre mim.
Depreendo que o cobarde anónimo que escreveu este comentário deduziu que os anteriores comentários em que o executivo é defendido e em que são proferidas algumas ofensas, sejam da minha autoria. Puro engano. Sempre que respondi em blogues, e fi-lo poucas vezes, fi-lo com o meu nome.
Não posso dizer que não tenha ficado incomodado com algumas coisas que se escreveram, porque efectivamente fiquei, mas como o ignorante que possui o blogue e escreveu o post não está por dentro do assunto e da complexidade que é gerir um espaço como o TBR, até o desculpo. Por exemplo, os funcionários do TBR têm direito a ter férias ou não? Não é o meu caso porque não vou de férias em Agosto, mas os meus colegas que lá trabalham merecem ou acham que não?
Em relação ao resto do comentário, se o PS de lá sair, como refere, continuarei a ser funcionário da autarquia, porque tenho contrato para além da data das eleições e o futuro a Deus pertence e não será gerido nem definido por anónimos cobardes como os administradores do blogue em questão. E não ando lá a mamar, como diz, ando lá a trabalhar, a cumprir o meu horário e as ordens que me são dadas.
Em relação à brilhante frase de "omónimo do Malato", simplesmente tenho que lhe dizer que não estou aqui para lhe dar aulas de Português, mas esta é gratuita: HOMÓNIMO escreve-se assim e quer dizer "Nome que se dá a um substantivo próprio, nomeadamente topónimos e nomes de pessoas, cuja grafia é idêntica." Que eu saiba Pedro Soeiro e José Carlos Malato, escrevem-se de maneira bem diferente. Aceito a brincadeira, de pessoas que conheço e que são minhas amigas, de me tratarem por clone do Malato, mas não o aceito de vermes que se escondem na capa do anónimato e que não conheço de lado nenhum e que nem quero sequer conhecer.
E para que fique bem claro, a minha filiação partidária nada tem a ver com o partido que se encontra a liderar os destinos da CME, as pessoas a quem tenho de responder hierárquicamente sabem-no, mas não gosto de ouvir dizer mal de quem tenta fazer o melhor para a sua cidade.
Posso até dizer-vos que tenho boas relações com todas as forças partidárias e até tenho grande estima e consideração por várias pessoas de variados quadrantes politicos.
Para terminar, e voltando à questão da mama, queiram V. Exas. saber que comecei a fazer serviços na CME, durante a liderança de Luís Filipe Mourinha, por intermédio do Dr. Júlio Rebelo, pessoa de quem gosto muito, por quem tenho grande estima e que irei sempre preservar como amigo.
Podem os cobardes anónimos estar certos de que enganaram-se redondamente em relação à minha pessoa. Deixo-vos apenas com um apelo: DEIXEM-ME EM PAZ.

3 comentários:

Calvin! disse...

epá agora somos responsáveis por se falar no Malato(que nem fazia a minima quem fosse).... tb...lolol, é muito giro ir anonimamente dentro de um blog que já é anónimo mandar "bitaites"... faz sentido:S

Merino disse...

http://sobeedesce-team.blogspot.com/2009/04/sobe-e-desce-team-distinguido.html

gajo do castelo disse...

Senhor Soeiro!

Permita-me defender a minha dama, ou seja, o blog "anónimo" a que se refere.
É capaz de ser único blog que eu conheço que tem aceitação automática de comentários, cabendo às pessoas que lá fazem posts ou que lá comentam, anónimos ou não, a responsabilidade das suas intervenções.

Ignorantes ou não, como nos chama, temos direito a expressar as nossas opiniões assim como você tem o direito de discordar das mesmas, ou de lidar mal com as críticas de que é alvo.